Dúvida é assim mesmo: todo mundo tem. E a gente fica super feliz em responder às suas.

A história da Banca do Bem começa há 5 anos, em novembro de 2014, dentro da Editora MOL.

Aqui abrimos um parênteses: você já conhece a Editora MOL? A MOL é a maior editora de impacto social do mundo. Em 12 anos de vida, a MOL já doou mais de R$ 31 milhões de reais para causas sociais que importam, vendendo produtos com grandes parceiros varejistas. E tudo graças a um modelo de negócios inovador, um círculo virtuoso movido pelo sonho de promover transformação social: entra círculo virtuoso pensado para os produtos MOL.

Agora, voltando para a Banca…
A Banca do Bem nasceu desse mesmo sonho de transformação, com os mesmos valores, princípios e, acima de tudo, com uma vontade enorme de potencializar a mudança.

O que começou com uma demanda por assinatura de revistas foi crescendo organicamente. Nos tornamos A loja virtual da Editora MOL e até então vendíamos apenas produtos da editora.
Pessoas passaram a procurar nossos produtos. Empresas nos escolheram para presentear com propósito. Organizações nos convidaram para eventos. Marcas escolheram nossos produtos para fazer ações em pontos de venda.

Percebemos que estávamos nos tornando mais do que uma loja: estávamos fomentando uma rede que busca escolher o que faz bem para todos.

E assim que percebemos isso, ficamos apaixonados pela ideia!
Mergulhamos em pesquisas e nos aprofundamos no modelo de negócios das iniciativas de impacto social que têm surgido e se fortalecido no mundo. E, depois de muito desenhar e pensar, definimos nossa visão de negócio: nos tornarmos a mais relevante comunidade de vendas de produtos com causa do no Brasil.

Reunindo em um mesmo lugar fornecedores, fabricantes, sonhadores e embaixadores à produtos e gifts únicos, cheios de significado e sentido, que, além de lindos, geram impacto positivo em vidas, histórias e comunidades inteiras.

Tudo é uma questão de escolha. E para te ajudar a escolher bem, decidimos unir pessoas como você, que desejam fazer parte da mudança, a produtos incríveis, que apoiam grandes causas.

Vem com a gente?

Não. Mas fazemos parte do mesmo grupo.

Costumamos dizer que a Banca do Bem é assim como a irmã mais nova da MOL. Uma irmã meio rebelde, que decidiu sair de casa. Para alcançar voos mais altos, MOL e Banca decidiram continuar caminhando na direção do mesmo propósito, mas somando forças e atuando em campos complementares e independentes. 

Para isso, separamos nossos CNPJs. A MOL continua produzindo conteúdos incríveis e ainda é nossa principal sócia. A Banca do Bem ainda vende os produtos da MOL. Mas decidimos expandir nosso portfólio, agregando iniciativas transformadoras em um só lugar. 
Estamos agora formando um hub de impacto social, reunindo e conectando parceiros, clientes e  embaixadores que desejam fazer parte da mudança. E tudo começou pela MOL.

Nosso grande e audacioso desejo é sermos mais do que uma loja, mas uma comunidade de venda de produtos do bem. Uma comunidade formada por pessoas que acreditam na mudança. 

Desejamos cultivar uma comunidade agregadora e geradora de insumos, com fabricantes, vendedores, criadores, apoiadores, ONGs e Institutos que usam a força de seus negócios para promover transformação social. Desejamos provocar impacto positivo na vida das pessoas. Transformar, instigar e, por fim, ser a mudança. E desejamos fazer isso juntxs! 

Atrelado a tudo isso, queremos potencializar o propósito das empresas parceiras, as ajudando a evidenciar suas culturas e valores, fortalecendo seus vínculos e trazendo mais significado para suas escolhas. Queremos ser um fio condutor, ligando pessoas – causas – valores – propósito. E para isso apostamos na Transformação Social.

Acreditamos na força das pessoas. Acreditamos na força da mudança a partir das pessoas. 

Não. Nós não somos uma ONG! A Banca do Bem é um negócio de impacto social. 
É nessa parte que você, com a sobrancelha arqueada, todo confuso, se pergunta: “como assim um negócio social?”

A forma mais fácil de explicar é fazendo uma analogia com um negócio tradicional: resumidamente, funciona assim: nossos principais “sócios acionistas” são crianças, jovens, idosos e animais em situação de vulnerabilidade, que precisam de apoio. 

Para explicar de um jeito bem concreto na Banca do Bem, tudo que vendemos gera impacto positivo para uma causa.

Sim, é possível fazer o bem para o mundo e gerar lucro ao mesmo tempo. Sim, somos auditados. Sim, você tem transparência para acompanhar. 

A Banca está iniciando o processo de curadoria de produtos de terceiros para a venda na loja. Neste primeiro momento, estamos fazendo uma seleção e os nossos principais critérios têm sido os abaixo:
Produtos que revertem para causas sociais – educação, saúde e causa animal são nossos três pilares principais de doação

Produtos que são geram renda para camadas vulneráveis da população;

Produtos provenientes de cadeias de produção sustentáveis, fortalecendo comunidades,  indivíduos e meio ambiente.

Valorizamos as cadeias produtivas, o consumo consciente, a distribuição de renda, a igualdade de gênero e opções sustentáveis. Não apoiamos marcas que possuam viés preconceituoso, autoritário, racista, misógino ou que ofenda os direitos humanos e a liberdade de expressão.

Não vendemos produtos com procedência duvidosa, narrativa vazia e que usam de mão de obra inapropriada. 

Além disso, para que uma empresa ou produto entre no nosso site, sempre priorizamos aqueles que possuem selo Empresa B ou que estejam em processo de conseguir – ou que, pelo menos, se atente ao bem-estar do meio ambiente e humano que engloba no seu processo. 

Isso porque nós sabemos que é preciso repensar nossos hábitos de consumo. Não é mais uma opção, é a única opção. 

Por fim e não menos importante, temos o olhar do consumidor e buscamos produtos que tenham qualidade e design contemporâneos e alinhados com nosso público.

Que bom que você perguntou.
No modelo de negócios da MOL, os parceiros varejistas atuam como correalizadores, vendendo os produtos sem margem de lucro e subsidiando parte dos custos envolvidos na venda – como a estrutura logística, meios de pagamento, exposição, manuseio e oferta.  Além disso, as primeiras tiragens que vão para as lojas do parceiro varejistas têm alto volume e custo de impressão muito menor.

Desta forma, nossos livros conseguem chegar a muitos lugares, com destaque, preço baixo e tiragens enormes – o que resulta em doações fantásticas e preço final especial. 
Gratidão aos nossos parceiros 🙂

Quando esses mesmos produtos são vendidos na Banca do Bem, o que antes era custeado pelo parceiro varejista, automaticamente passa a ser um custo nosso. Para que a Banca pudesse continuar crescendo de forma auto sustentável e saudável, entendemos que não era financeiramente viável continuar vendendo os produtos pelo mesmo preço sem levar em conta essas diferentes realidades. 

É como você comprar um produto na loja de conveniência e no atacado. Os custos são muito diferentes e consequentemente os preços também. 

Como temos uma relação muito próxima com nossa rede decidimos conversar com nossos clientes, para entender a percepção externa com relação a esta necessidade de acerto. 

Ficamos muito contentes em receber como resposta praticamente unânime: o ajuste que precisaríamos fazer era aceito e compreendido por praticamente todos os clientes que participaram de nossa pesquisa. 

Ficamos especialmente satisfeitos pois, mesmo realizando os ajustes necessários, continuamos praticando preços acessíveis, e, quando você compra mais unidades conseguimos diluir parte dos custos e praticar descontos sem prejudicar o impacto social envolvido. 

Se você ainda tiver qualquer dúvida é só falar com a gente pelo nosso chat, e-mail, telefone ou Whatsapp. 

As três causas principais apoiadas pela Banca são: saúde, educação e causa animal. 

Mas, se você mergulhar no nosso universo vai descobrir que nossos produtos contribuem para muitas outras causas, como independência financeira para mulheres; fome e desperdício; inclusão social; mobilidade urbana; turismo sustentável; água potável e moradia para famílias carentes do sertão nordestino; cuidado médico e dignidade para idosos, e muito mais. A cada novo produto que entra na Banca, uma nova causa pode ser apoiada.  

E pode ficar tranquilo, se você quiser comprar ou presentear por causa, já deixamos tudo bem separadinho e organizado para facilitar sua vida. 

Cada projeto beneficia uma ou mais ONGs diferentes e cada uma delas é escolhida por quem idealiza e realiza o projeto. Um exemplo: quem escolhe a ONG beneficiada pelo livro Você é Incrível, é a Editora MOL, quem idealiza e produz o livro.

O mesmo acontece para os outros produtos da Banca do Bem que são feitos por algum parceiro.

Quando o produto é idealizado e realizado pela Banca do Bem ou em parceria co-branded, levamos em consideração: o histórico da ONG (sua visão, missão e valores); sua transparência e seus resultados (depois que realizamos a doação, continuamos em contato com a ONG para saber como e onde foi aplicado o dinheiro doado) e o impacto gerado. 

Na página Nosso Impacto, você pode conferir mais informações sobre como os valores são repassados às instituições beneficiadas. É só clicar no link “saiba mais” para entender melhor essa informação.

No site da Editora MOL você também pode acompanhar a doação total gerada por cada um dos projetos. (clique aqui para acessar)

Ainda na aba Impacto você confere todas as instituições beneficiadas pelos projetos da Banca do Bem. Ali, você encontra links que levam diretamente para o site de cada instituição, onde você vai saber mais sobre cada uma das nossas instituições parceiras.

Todos os projetos da Banca do Bem são auditados pela auditoria VACC, que garante que todos os repasses são realizados de forma transparente. (você poderá acompanhar nossos relatórios de auditoria clicando aqui)

As ONGs que recebem os recursos foram cuidadosamente selecionadas pela Banca, como explicamos acima. Essas ONGs são regularmente nos reportam como estão investindo os valores recebidos. Em breve, na nova central de transparência todos poderão acompanhar isso pelo site também.  

AINDA COM DÚVIDAS?